Na junção da pelve renal (onde a urina é recolhida após ser produzida pelo rim) e do ureter (tubo de ligação entre os rins e a bexiga) pode haver um bloqueio, conhecido como estenose de JUP (junção ureteropélvica). Na maioria dos casos é um estreitamento congênito (pessoas que nascem com esse problema). Uma proporção significativa de pessoas afetadas com a doença também terá um vaso sanguíneo adicional para a parte inferior do rim que pode comprimir a JUP, resultando em um bloqueio. Embora, em muitos casos, o problema exista desde o nascimento da pessoa, muitas vezes não lhe causam problemas antes da vida adulta. O mais comum é a dor sentida no rim afetado piorar quando maior quantidade de líquido é ingerida, o que resulta em maior produção de urina e consequente dilatação do sistema acima da obstrução que provoca a dor.

Tradicionalmente, esse problema tem sido corrigido com uma operação aberta. Os resultados dessa operação são excelentes, mas o lado negativo é que uma grande incisão pode causar dor significativa e a recuperação será lenta e esteticamente desagradável. Ao longo dos anos, várias tentativas têm sido feitas para neutralizar esse lado negativo, tais como as técnicas endoscópicas (operações realizadas internamente, através da bexiga, sem a necessidade de incisões na pele). A vantagem óbvia é que não há incisões; no entanto, a desvantagem é que as taxas de sucesso desses tratamentos é de cerca de 15 a 20% menor do que nos tratamentos em que o bloqueio é removido e a JUP reconstruída.

A Pieloplastia laparoscópica tem a vantagem de reconstruir a JUP, evitando uma grande incisão e os problemas dela decorrentes, sendo considerada atualmente o melhor tratamento da estenose de JUP. São feitas três ou quatro pequenas incisões (cortes na pele) e por elas são introduzidos instrumentos especializados e câmeras microscópicas. Realizam-se então a remoção do segmento estreitado e a reconstrução do sistema. No final da operação, um cateter ureteral (pequeno tubo plástico) será deixado internamente por quatro a seis semanas.