Prostatectomia: saiba como é a recuperação após a cirurgia

Prostatectomia: saiba como é a recuperação após a cirurgia

Passado o período conturbado do diagnóstico do câncer de próstata e a cirurgia de remoção do tumor, muitos homens já querem logo é saber quando poderão voltar às partidas de futebol com os amigos. Outra preocupação recorrente é com a possibilidade de ter incontinência urinária e disfunção erétil depois do procedimento.

Normalmente, a recuperação gira em torno de 10 dias. Neste período, o paciente fica com uma sonda na bexiga. Homens operados pelo método da cirurgia robótica tendem a sentir muito menos dor local, além de correrem menos riscos de complicações durante a prostatectomia, o que garante recuperação mais rápida.

O paciente deve evacuar o quanto antes. Para isso, o médico pode recomendar laxantes suaves ou supositório de glicerina. Já no dia seguinte à operação, é altamente recomendável que o paciente caminhe com ajuda de um familiar. Isso melhora a tonicidade dos músculos, evita a formação de coágulos e melhora o início do trânsito intestinal. Além disso, o cansaço propicia um sono mais tranquilo. Nesses dias, não é permitido fazer esforço abdominal para não causar danos nos pontos da bexiga e uretra.

Após um mês, o homem pode retomar suas atividades de rotina, como trabalhar e dirigir. Caminhadas estão liberadas, mas tarefas que demandem maior esforço, como segurar netos no colo, jogar bola ou levantamento de peso na academia, só podem ser realizadas 90 dias depois do procedimento cirúrgico.

Passada a fase inicial de recuperação os pacientes começam a ficar ansiosos pela restituição das funções urinária e sexual. Normalmente, a sonda da bexiga é removida no 100° dia após a cirurgia. O paciente passa a urinar espontaneamente. Se não há trauma no esfíncter, ele já conseguirá conseguirá controlar sua micção. No início, devido ao uso da sonda, é comum perder algumas gotas de urina. Uma ardência ao urinar também pode ser sentida, mas deve desaparecer em até cinco dias.

Em relação à ereção, homens que tinham função plena antes da cirurgia tendem a se recuperar mais rapidamente. Em tese, o homem fica apto às relações sexuais a partir de 45 dias após a cirurgia. É comum o uso de remédios para estimular a ereção. Mas cada caso é avaliado pelo médico.

Algumas complicações podem surgir no pós-operatório, como incontinência urinária e disfunção erétil; mas quanto menor o trauma, melhor a recuperação. A cirurgia robótica é uma opção de tratamento minimamente invasiva, que garante menos dor no pós-operatório, além de uma recuperação mais rápida.

Quanto antes for realizado o diagnóstico, maior a chance de cura. Faça os exames preventivos do câncer de próstata periodicamente.

Leia mais:

Deixe uma resposta

Fechar Menu