Evolução da cirurgia robótica no Brasil entre os anos de 2012 e 2016

Evolução da cirurgia robótica no Brasil entre os anos de 2012 e 2016

A tecnologia da cirurgia robótica foi criada nos Estados Unidos no ano 2000 e chegou ao Brasil em 2008. Existem, atualmente, cerca de 35 equipamentos em atividade no território nacional, distribuídos nas diversas regiões do país e presente, de forma mais concentrada, nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife. Há pouco mais de um ano, Minas também entrou no circuito. Diante das evidentes vantagens da tecnologia, empresas de saúde se mostram mais dispostas a fazer investimentos e uma clara  tendência de crescimento da adoção da tecnologia ao longo da próxima década.

Nos últimos cinco anos, houve um aumento expressivo do número de cirurgias robóticas no Brasil: crescimento de 500% no número de procedimentos. Este fenômeno se deve ao maior número de plataformas robóticas disponíveis no Brasil e, também, ao crescente número de cirurgiões devidamente capacitados utilizando a tecnologia.

Outro fator que certamente tem contribuído para a popularização da cirurgia robótica no Brasil é a cobertura, ao menos parcial, da maioria dos convênios e seguradoras de saúde. A previsão é que sejam realizadas mais de 10 mil cirurgias robóticas no país em 2017.

Em Minas Gerais, a cirurgia robótica chegou há apenas um ano, mas já apresenta um grande crescimento. Atualmente, existem 3 robôs em funcionamento em Belo Horizonte, sendo um deles o da Vinci Xi, o modelo mais moderno existente no mundo. São apenas 4 unidades deste modelo no Brasil.

Apesar de a urologia ser a especialidade que mais realiza cirurgias robóticas, especialmente no tratamento de tumores na próstata e no rim, várias outras especialidades também têm utilizado esta tecnologia, como a ginecologia, a cirurgia geral e a coloproctologia.    

Confira abaixo o gráfico da evolução do número de procedimentos:

 

Leia mais:

Deixe uma resposta

Fechar Menu