Dia Mundial da Alimentação 5 alimentos que ajudam a prevenir o câncer de próstata

Dia Mundial da Alimentação 5 alimentos que ajudam a prevenir o câncer de próstata

Estima-se que 2% dos casos de câncer de próstata são hereditários, ou seja, desenvolvem-se a despeito dos hábitos das pessoas. Todos os demais, conforme apontam sólidos estudos científicos, estão de alguma forma ligados ao estilo de vida do paciente e a alimentação desempenha um papel muito importante nesse sentido.

Dieta rica em gordura e carne vermelha e pobre em legumes, vegetais e frutas têm sido cada vez mais associada à incidência desses tumores. Refeições bem escolhidas, por sua vez, demonstram enorme potencial preventivo.

Confira 5 alimentos alimentos que ajudam a manter o câncer de próstata bem longe!

1) Tomate

A fruta é rica em licopeno, substância com o maior poder antioxidante para proteger as células da próstata contra alterações maléficas, como as multiplicações sem controle que ocorrem durante o crescimento do tumor.

A quantidade de licopeno que deve ser consumida para prevenir o câncer é de 35 mg por dia, o que equivale a 12 tomates ou 230 ml de extrato de tomate. Esse nutriente fica mais disponível quando o vegetal é submetido a temperaturas elevadas – por isso o molho de tomate tem mais licopeno que o tomate fresco.

2) Castanha-do-pará

Ela contém selênio, um mineral que ajuda a prevenir o câncer por participar da morte programada das células. Para quem não sabe, existe uma espécie de “controle de qualidade” celular no organismo, que impede que células defeituosas ou “velhas” se multipliquem, causando doenças. Uma das causas do câncer é justamente uma falha nesse processo.  

3) Vegetais Crucíferos

Esse é o nome que damos a vegetais como brócolis, couve-flor, repolho, couve de Bruxelas e couve comum. Esses alimentos são ricos nos nutrientes sulforafano e indole-3-carbinol, que tem efeito antioxidante e estimulam a morte programada de células da próstata, prevenindo sua multiplicação em tumores.

4) Chá verde

As isoflavonas e os polifenóis presentes na Camellia sinensis têm ação antioxidante, e antiproliferativa, ou seja: estimula a morte programada das células “anciãs”, processo conhecido como apoptose.

5) Peixes

Sobretudo o salmão e a sardinha, que são peixes de águas profundas e gélidas. A gordura desses animais contém ômega-3, substância anti-inflamatório e antioxidante que melhora saúde das células, prevenindo não só o câncer, como também problemas cardíacos.

Atenção: esse post não é passe livre para montar uma dieta “da sua cabeça”, ok? Procure um nutricionista, o profissional mais indicados para fornecer orientações alimentares.

Deixe uma resposta

Fechar Menu